sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Arroz de tamboril

Amanha é feriado. Quem não se lembra? O único senão é mesmo ser num sábado não é? Nada é perfeito... Hihihihihi. Mas e se perguntasse: mas feriado porquê?Quem me saberia responder? Pois aí a coisa complica-se! Dia 1 Dezembro é o dia em que se comemora a restauração da independência. Restauração da independência... Patriotismo... PÁTRIA! Quando se está longe esta palavra ganha uma importância sem igual. Apegamos-nos a tudo o que nos faça lembrar este cantinho á beira mar plantado. E a palavra saudade é melhor do que nunca entendida. Acreditem que sei do que falo! Sente-se falta dos cheiros, dos sabores, dos sons, dos mais pequenos recantos, da língua! É aquele aperto no coração quando se ouve um fado, quando se ouve a nossa língua. É uma lágrima que teima em cair quando nos recordamos do NOSSO cantinho! O sentido pátria toma uma importância sem igual. Mas por cá este sentido está a mudar, para melhor quanto a mim. Penso que se nota mais desde o europeu e o mundial de futebol (claro). Era considerado "parolo" andar com as cores da bandeira ao peito. Andava-se com a dos E.U.A, com a inglesa sem problemas nenhuns mas com a nossa nem pensar! Bandeiras? Só mesmo nos edifícios oficiais. De repente tudo mudou! Andávamos todos vestidos de verde e vermelho, bandeiras ás centenas por todo o lado, cantava-se o hino com emoção! A pátria fazia aquecer os corações. Quem não se lembra da emoção com que os nossos jogadores de rugby cantaram o hino? Emocionaram todos quantos os estavam a ver. Transformaram-se em heróis mesmo sem ter ganho nenhum prémio. Não vou falar nos "nossos" grandes heróis, nos "nossos" escritores, nem no prestigio que o "nosso" povo tem no estrangeiro... Falo-vos apenas da emoção de se ser mas sobretudo de se sentir português. Portugal adoro-te!
Heróis do mar, nobre povo
Nação valente e imortal
Levantai hoje de novo
O esplendor de Portugal!


Ontem o nosso jantar foi arroz de tamboril. Estava muito bom por isso hoje resolvi partilha-lo com todos vocês. Aqui está ele ainda fumegante:
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
As quantidades são todas a olhómetro, mas vou tentar especificar ;)
- 750 gr. de tamboril (este era fresco) cortado aos quadradinhos
- 250 gr. de camarão
- 1 cebolinha picada
- 2 dentes de alhos picados
- 3 tomates médios bem maduros sem peles nem grainhas
- 1/2 pimento vermelho aos quadradinhos
- Azeite q.b.
- salsa picada (esqueci)
- sal a gosto
Refogar a cebola e o alho num pouquinho de azeite até ficar translucida. Acrescentar o tomate e o pimento. Deixar cozer um pouco. Acrescentar um pouco de água quente. Juntar o peixe e os camarões deixar cozer apenas uns minutinhos. Temperar de sal. Colocar a agua necessária para cozer o arroz pretendido (3 1/2 medidas x a medida do arroz, deve ficar malandrinho). Quando a agua ferver acrescentar o arroz. Deixar cozer. Servir imediatamente polvilhado com salsa ou coentros.
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Apreciação: Adoro este arroz soltinho. É uma excelente maneira de se comer peixe. Ninguém reclama. É uma refeição bem saudável. Querem provar? Sentem-se, aqui está o pratinho...
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Fonte: em qualquer cozinha portuguesa :)
Desejo a todos um excelente feriado (olha a pátria hihihihi) e um fim de semana melhor ainda. Divirtam-se, bons petiscos. Beijinhos para todos smackkkkkkk
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

6 comentários:

risonha disse...

nanda... nem é preciso dizer que eu adoro os teus cozinhados.. e esse arroz.. hummmmmmmmm faz-me água na boca. adorei
e para mim não me importo nada que o feriado seja ao sábado, pois como trabalho fico com dois dias pra gozar posteriormente..
como diriam as meninas da TV Cabo: há coisas fantásticas não há?

Goretti disse...

Belo aspecto. É um arroz que adoro, mas que nunca fiz...

Sara disse...

Ao olhar para a foto,parece k sente o cheirinho...
bj.

Anónimo disse...

Olá Nanda:
As suas palavras são mesmo verídicas e emocionais, porque já viveu um pouco disso.Só quem está fora é que compreende essa "SAUDADE" palavra difícil de explicar.
As lágrimas vieram-me aos olhos.As pessoas que estão fora vivem mais esses dias que mencionou do que alguns que aí estão.
A SAUDADE é maior ao ver esse arroz feito com peixe fresquinho ...que bom...mas só com os olhos.
Beijinhos,
Bom fim de semana.
GD

Romy disse...

é muito melindroso quando falo de patriotismo... costumo dizer que sou do mundo e não tenho pátria. Mas em todo o caso é bastante agradável viver onde vivo.

Quanto ao teu arroz é escusado dizer que está magnifico..eheh tal como tudo o que fazes.

Bjokas e um óptimo domingo

m@ria...m@rie...m@ry disse...

bem esse arroz ta de chorar por mais!!!!!!!!!!! lindo mm