quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Rolinhos de queijo, fiambre e salsichas

Há dias comentava com a minha amiga Fátima como a nossa vida era feita de hábitos. E falava de como já conhecia certas pessoas de vista por passar todos os dias por elas quando vinha trabalhar. Logo de manhazinha são 3 senhoras de meia idade, uma delas empurra um carinho de bebé (o netinho penso eu). Conversam e gesticulam alegremente. Mais á frente passo por um casal, o senhor sempre um pouco mais á frente do que a senhora. Andam num ritmo certo, esses sem conversar. Depois uma senhora sempre carregada com imensos sacos. Um dia resolvi parar para lhe dar boleia. Acabei por fazê-lo quase todos os dias. Descobri que era cozinheira numa fábrica da zona industrial, daí aqueles sacos todas. Disse-me que ia ser operada. Nunca mais a vi mas penso sempre nela quando passo no local onde trabalhava. Á hora do almoço são outras caras. Um moço novo que parece-me ser do leste numa bicicleta, pedala energeticamento, sempre com as mesmas calças polidas e peúgas rotas no calcanhar. Depois um rapaz que espera por alguém com um saco a tiracolo, mais á frente na paragem um estudante fortezinho que espera o autocarro enquanto revê a matéria ou fala ao telemóvel. Á noite é uma senhora com passos rápidos que se dirige para a paragem do autocarro. Um dia chovia tanto e com tanto vento que parei para a levar. Agora sempre que a vejo repito a boleia. Há também um casal jovem que corre diariamente e um jovem que está invariavelmente no cruzamento a fazer o aquecimento... Sempre que não os vejo pergunto-me se estarão doentes ou de ferias. Passam a ser conhecidos, companheiros diários da minha rotina. Uns até se tornam amigos como a Senhora dos correios. É uma senhora tão simpática, de sorriso fácil. Falamos das nossas experiências de vida, dos nossos filhos, das nossas preocupações, do tempo, de tudo um pouco. Trocamos livros para ler. Passou a ser uma amiga. Quando não está fica ali um vazio. Nunca tinha parado para pensar nestas pessoas. Sábado ao falar da rotina das nossas vidas com á Fátima é que reparei neste aspecto da nossa vida e hoje partilho-o com vocês. Já tinham parado para pensar neste especto da vossa vida? Pessoas que o destino colocou nas nossas vidas. Umas apenas são rostos e hábitos, outras já consideramos amigas mas todas elas fazem parte do nosso dia a dia. Fica já aqui o repto para numa próxima conversa falarmos de destino...

O destino fez com que ontem tivesse alguns REDOM (restos dias anterior hihihi) então resolvi para complementar fazer este pequeno petisco, super rápido, delicioso mas nada dietético hihihihi

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Vamos precisar de:
- 1 ou 2 salsichas por pessoa
- 1 fatia de queijo não muito fino por salsicha
- 1 fatia de fiambre não muito fino por salsicha
- ovo batido q.b.
- pão ralado


Enrolar cada salsicha no queijo e depois no fiambre fazendo uns rolinhos. Passa-se por ovo e pão ralado e fritar em óleo quente até ficarem bem lourinhos. Acompanha-se com alface, arroz de legumes ou batata frita.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Apreciação: As crianças adoram e numa emergência é óptimo para desenrascar. Nada mau para um lanchinho com amigos. O queijo derrete, as salsichas ficam estaladiças. Hummmm tão bom. Espero que gostem.


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

Fonte: Inventado por mim num dia que tinha que desenrascar uma refeição rápida ;)

7 comentários:

Fátima (cemporcentoacucar.blog.com) disse...

Pois é minha amiga, tb foi o destino que nos cruzou....Isso e o facto de sermos gulosas e gostarmos de cozinhar... :))

Qto aos folhadinhos, sei de duas pequenas que lá em casa iam "lamber os beiços"....
Bjos

DocesCozinhados disse...

Eu gosto sim senhora, desenrasca muito bem! E como os meus jantares andam numa de desenrasque, ainda experimento um dia destes!

CRIS-PR (Brasil) disse...

Olá, minha filha vai adorar esta receita, me parece deliciosa. Parabéns pela sua dedicação!

É uma grande satisfação conhecer seu blog!
Meu nome é Cristina. Adoro cozinhar, aprender novas receitas e compartilhar. Coleciono livros e receitas culinárias.

Se você quer trocar idéias e novas experiências sobre culinária, e ainda desfrutar de uma boa amizade,visite meu blog http://mixdesabores.blogspot.com.
Atualizo quase que diariamente com receitas, fotos e variedades.
Fico imensamente agradecida se você me incluir na sua lista de blog´s, para me ajudar na divulgação.

O endereço é: http://mixdesabores.blogspot.com

Seja bem vinda! Muito Obrigada!
Com carinho, Cris.

Anónimo disse...

ola Nanda .. sempre activa como sempre. gosto muito das tuas receitas, e dos teus pensamentos diarios.
Nao ha dia nenhum que nao de uma espreitadela ao teu site.
continua e boa sorte.
ilda

Clara disse...

Para além do "BOM Dia" diário, hoje digo também "Boa Noite". São pessoas como a dona deste cantinho que dão de tal maneira ânimo ao meu trabalho que...nem me parece trabalho.Obg. Também eu costumo passar por algumas pessoas todos os dias e, quando não as vejo fico a pensar nelas e no que lhes terá acontecido. Fico sempre contente por as reencontrar.
Quando não consigo "espreitar" nesta porta aberta também já sinto a falta.

Carla disse...

Nanda, quando vou no comboio também penso nisso. Ver as mesmas pessoas todos os dias à mesma hora para apanhar o comboio e, claro, as novas caras. É uma rotina =)

Adorei a receita!

Bjs

edinha disse...

Passei por aqui e gostei :)
Vou adicionar ao meu blog.
Quanto a esta receita acho que vou experimentar :)
Beijinhos